Por pbagora.com.br

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB),  foi indicado por Aécio Neves, para negociar com o PSB de Eduardo Campos a formação de palanques estaduais conjuntos para 2014. Informado sobre a novidade, Campos telefonou para Aécio, desfazendo um mal-estar que ameaçava azedar-lhes o bom relacionamento.

 

O próprio Cunha Lima ligou para Campos. Declarou-se preocupado com o tom de uma entrevista concedida pelo vice-presidente do PSB, Roberto Amaral.

“Trabalhamos com os dados de hoje e os dados de hoje indicam que a presidente [Dilma] está no segundo turno. Se ela está no segundo turno, quem é o nosso adversário? Contra quem eu preciso disputar? Contra o Aécio”, dissera Amaral ao repórter Eduardo Bresciani.

 

“Isso é uma maluquice”, reagiu Cunha Lima. “Roberto Amaral só pode ser um petista infiltrado no PSB. A essa altura, Aécio e Eduardo devem se conscientizar de que só têm chance de ganhar a eleição, com um projeto diferente desse que está aí, se tiverem um mínimo de diálogo. Quem chegar ao segundo turno precisará do outro.”

 

Na conversa com Campos, Cunha Lima disse que fará o “mapeamento dos palanques Estado por Estado.” Pediu ao interlocutor que indicasse um preposto do PSB para tratar do tema. Campos respondeu que prefere cuidar do assunto pessoalmente. Depois, em retribuição ao gesto, ligou para Aécio.

 

“O saldo do dia é importante”, celebrou Cunha Lima. “Os dois se entenderam e a gente recobrou a compreensão de que essa questão dos palanques será resolvida ao longo do tempo. Permitir que esse assunto monopolize o noticiário político é fazer o jogo do governo. Aécio e Eduardo têm a responsabilidade de não permitir que o debate seja reduzido a esse ponto.”

 

Redação com Blog do Josias

Notícias relacionadas

Covid-19: Geraldo ratifica agradecimento ao Governo Federal sobre insumos

“Estaria disposto a repetir o que eu disse”. A declaração é do secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, sobre o agradecimento público que fez ao governo federal no tocante…

Após sete horas de votação, Câmara aprova retorno das aulas presenciais

O projeto que prevê a reabertura de escolas e faculdades durante a pandemia (PL 5595/20) foi alvo de disputa durante sete horas de votação no Plenário da Câmara dos Deputados.…