Por pbagora.com.br

 O deputado Adriano Galdino participou, neste domingo (20) de um encontro do Partido Socialista Brasileiro (PSB) em Campina. O objetivo da reunião foi acertar os detalhes da transferência do domicílio eleitoral do presidente da Assembleia Legislativa para a Rainha da Borborema. O ato de transferência acontece no próximo dia 28.

 

 

De acordo com o deputado Adriano Galdino, o momento serviu para fortalecer o PSB em Campina Grande e também preparar as ações da legenda na disputa de municipal do próximo ano. “Nosso objetivo é aproximar, cada vez mais, nossa atuação no sentido de ouvir as demandas da população da cidade. Aliado a isto estaremos em conversa permanente com o partido sobre nossa atuação nas eleições de 2016”, argumentou.

 

 

O encontro contou com a presença do presidente estadual da legenda, Edvaldo Rosas, do presidente municipal do partido, Fábio Maia, além do vereador de Campina Grande, Murilo Galdino; de ex-vereadores do município e pré-candidatos para o pleito de 2016.

 

 

Para o vereador Murilo Galdino, a ida de Adriano para o PSB em Campina Grande chega para fortalecer ainda mais o partido na cidade."O PSB seguirá unido e forte para a eleição de 2016. Adriano Galdino, Fábio Maia e todos que fazem o PSB de Campina, estão cada vez mais juntos por uma cidade melhor, trazendo para Campina a força do trabalho que é desenvolvida pelo PSB em todo o estado. Estaremos fortes e qualquer decisão tomada pelo partido será seguida por todos", ressaltou.

 

 

De acordo Murilo Galdino, no dia da transferência de título de Adriano Galdino, também haverá a filiação de eleitores, ex-vereadores; candidatos e ainda a filiacao de 40 pré-candidatos a vereador no pleito de 2016.

 

 

Foto: Nyll Pereira

Ascom

Notícias relacionadas

Preocupação de Veneziano Vital com Licenciamento Ambiental repercute nacionalmente

Poucas horas depois de aprovado na Câmara dos Deputados o texto base do Projeto de Lei nº 3.729, de 2004, que dispõe sobre o Licenciamento Ambiental, o Vice-Presidente do Senado…

Opinião: a direitona busca mesmo é um candidato para chamar de “centro”

Lula e Bolsonaro não são, necessariamente, opostos. Pelo menos opostos na mesma proporção, não! Bolsonaro é de extrema-direita, reacionário. Lula é de centro-esquerda e progressista. Bolsonaro rechaça o diálogo; é…