Por pbagora.com.br
 
 

“Se é possível é, mas não acredito que seja provável nem que seja necessário”. A declaração é do chefe de gabinete da prefeitura de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (sem partido) sobre a possibilidade de disputar a sucessão municipal na Rainha da Borborema tendo o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) como eventual adversário.

Para Bruno, debates internos, convenções e até mesmo pesquisas devem apontar o melhor nome do grupo para que o bloco saia unido em 2020.

“Nós hoje estamos lá, ele é secretário de Planejamento, eu sou chefe de gabinete, existem inclusive outros nomes que estão sendo cogitados, mas acredito que esse processo vai ser capitaneado ao ponto que se chegue a um denominador comum depois de debates internos, quem sabe até de convenções, quem sabe até de pesquisas, para se definir um candidato. De minha parte eu não tenho nenhuma disposição de estar esticando a corda”, ressaltou.

Assim como Tovar, Bruno ratifica que irá apresentar seu nome, suas propostas e se a maioria entender que ele é a melhor alternativa, ele encará o desafio.

“Eu vou apresentar aquilo que eu acredito, que eu acho que deva ser feito em relação a administração pública, vou apresentar minhas ideias e se os amigos, as pessoas que fazem o grupo, entenderem por bem que essa é a melhor alternativa, nós estamos aqui para compor”, arrematou.

Com informações de Eliabe Castor

PB Agora

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Nilvan anuncia concurso para guarda municipal e que não fará lockdown

O candidato a prefeito de João Pessoa, Nilvan Ferreira durante debate reafirmou o compromisso de não realizar lockdown, reabrir as escolas particulares em janeiro, recuperação da barreira do Cabo Branco…

Rede Sustentabilidade nega que esteja apoiando Nilvan Ferreira no 2º turno

Nesta sexta-feira (27), o partido Rede Sustentabilidade divulgou nota negando que esteja dando apoio à candidatura de Nilvan Ferreira, do MDB, no 2º Turno em João Pessoa. A sigla disse…