A Paraíba o tempo todo  |

Acordo no Maranhão III só com o aval de Weick

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Através de um ofício-circular, encaminhado a todos os procuradores do Governo, lotados na administração direta e indireta, determina que nenhum acordo na esfera judicial poderá ser celebrado sem o aval do procurador-chefe do Estado, Marcelo Weick.

O ofício-circular, emitido pelo procurador-geral do Estado, deixa claro que Marcelo Weick pretende ter o total controle sobre a fase final dos processos, principalmente quando envolve acordos na área judicial. Weick não ficou nada satisfeito com iniciativas isoladas de procuradores de secretarias e autarquias, formalizando acertos na justiça sem o seu conhecimento.
 

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe