O PPS na Paraíba (rebatizado como Cidadania) não está vivendo uma de suas melhores fases. Depois que o atual presidente, Nonato Bandeira, anunciou que entregaria a direção da legenda e da condenação do deputado João Bosco Carneiro (PPS) por improbidade administrativa ainda à época em que era prefeito de Alagoa Grande, agora a legenda sofre um terceiro revés.

É que o empresário Arthur Bolinha, que por duas vezes disputou uma candidatura pela legenda – em 2016 à prefeitura de Campina Grande, e em 2019 a deputado federal – anunciou essa semana que, por decisão de foro íntimo, deixará os quadros da sigla.

Ainda segundo o empresário, sua desfiliação acontece sem qualquer desentendimento com a direção partidária em nível municipal, estadual ou nacional.

 

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Romero deixa para agosto decisão sobre escolha do sucessor em CG

Os pré-candidatos da base aliada do prefeito Romero Rodrigues (PSD) terão que aguardar mais alguns dias para saber quem será o escolhido para disputar a sucessão municipal em Campina Grande.…

Pré-candidato à PMJP, Virgulino se coloca como único representante da direita

Disposto a entrar na disputa pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, o deputado estadual Wallber Virgolino acredita ainda na possibilidade de colher efeitos trazidos pela onda de direita levantada em…