O PPS na Paraíba (rebatizado como Cidadania) não está vivendo uma de suas melhores fases. Depois que o atual presidente, Nonato Bandeira, anunciou que entregaria a direção da legenda e da condenação do deputado João Bosco Carneiro (PPS) por improbidade administrativa ainda à época em que era prefeito de Alagoa Grande, agora a legenda sofre um terceiro revés.

É que o empresário Arthur Bolinha, que por duas vezes disputou uma candidatura pela legenda – em 2016 à prefeitura de Campina Grande, e em 2019 a deputado federal – anunciou essa semana que, por decisão de foro íntimo, deixará os quadros da sigla.

Ainda segundo o empresário, sua desfiliação acontece sem qualquer desentendimento com a direção partidária em nível municipal, estadual ou nacional.

 

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

JP: vereadores tentam justificar prazo vencido para apresentação da LOA 2020

A proposta da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020, da Prefeitura Municipal de João Pessoa, apesar de já está com prazos vencidos de apresentação na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP),…

Sexta fase da Operação Calvário cumpre mandados de busca e apreensão, na PB

Mais uma fase da Operação Calvário foi deflagrada nesta terça-feira (15). O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB) cumpre, desde as primeiras horas da manhã…