A prefeita de Conde, Márcia Lucena, foi convidada pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) para apresentar, durante a programação da XXII Marcha dos Prefeitos, que acontece em Brasília entre os dias 8 e 11 de abril, um relato sobre a experiência de acolhimento pela Prefeitura dos imigrantes venezuelanos que se integraram ao território condense desde a chegada do primeiro grupo no ano passado.

A correspondência da CNM à prefeita informa que “muito nos honra a participação de Vossa Senhoria, na qualidade de debatedora, na Arena Temática: Internacional e Inovação Municipal, que abordará o tema: ‘O processo de interiorização: práticas de acolhimento e integração dos migrantes venezuelanos’, no dia 9 de abril de 2019, às 14 horas, Sala 1, do Centro Internacional de Convenções do Brasil”.

Ao comentar o convite na manhã desta quarta-feira (20), a prefeita Márcia disse que “acolher os refugiadas e refugiadas da Venezuela, jovens, famílias com crianças, entre os quais médicos, enfermeiras, professores, trabalhadores que perderam as esperanças no país em que viviam, tem sido uma experiência que é ao mesmo tempo desafiadora e gratificante, um aprendizado para a nossa equipe sobre integração cultural, participação e mobilização comunitária e a importância das políticas públicas para quem mais precisa”.

A prefeita disse que “a CNM abre uma janela muito importante para que eu possa colocar para prefeitos e prefeitas de todo o país como conseguimos fazer em equipe, numa ação com a Casa do Migrante e a Pastoral do Migrante, um atendimento na área de saúde com exames, vacinação e medicamentos, e também garantindo vagas em creches e escolas para as crianças, entre outras ações, um trabalho de proteção com muito respeito e dignidade”.

 

Redação

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Nova casa: Durval Ferreira se prepara para chegar ao PL com ‘status’ de general

De malas prontas para trocar de partido, o vereador licenciado Durval Ferreira migrará para uma nova casa partidária – o PL (Partido Liberal) – com direito a um ‘status’ de…

Cientista político paraibano elenca motivos da baixa quantidade de mulheres eleitas na política

As regras da Justiça Eleitoral que buscam resguardar cotas mínimas de candidaturas femininas e de recursos financeiros a elas ainda não são garantia de que mais mulheres serão, efetivamente, eleitas…