Ao analisar os recentes escândalos de corrupção envolvendo diversos políticos paraibanos, o cientista político e professor doutor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Lúcio Flávio, disse que essas revelações pela polícia e poder judiciário, estão impondo aos políticos se reinventarem e mudarem práticas anteriormente tradicionais.

“A cultura política sempre conviveu com a corrupção. O que mudou foi a sociedade e os mecanismos de controle. A partir do escândalo do Mensalão, em 2005, o combate à corrupção ganhou outro rumo. Vários agentes políticos e empresários foram presos. Mesmo assim, os atores políticos continuaram suas práticas corruptas. Eles tinham a certeza da impunidade”, afirmou o cientista ao analisar que a corrupção existe na Paraíba desde a chegada dos portugueses e a guerra contra os Potiguaras, em 1585.

Para o professor, o caixa dois existiu em todas as campanhas eleitorais no Estado, mas o fortalecimento dos órgãos de controle garantiu mais autonomia para as investigações.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Moro perdeu a viagem. Veio à PB tentar pressionar o judiciário”, diz Anísio Maia

A decisão tomada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) de manter o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) em liberdade foi comentada pelo deputado estadual Anísio Maia (PT-PB) que lembrou…

VÍDEO: senador Cid Gomes é baleado ao tentar entrar em batalhão da polícia no CE

Na tarde desta quarta-feira (19), o senador Cid Gomes (PDT-CE) foi baleado durante um protesto de policiais. O senador dirigia uma retroescavadeira e tentava furar um bloqueio feito por policiais militares…