Reconduzido na última semana ao comando da executiva estadual do PT da Paraíba, o presidente Jackson Macêdo fez um alerta, em suas redes sociais, nesse final de semana, à classe jornalística no Brasil diante das declarações e atitudes do presidente Jair Bolsonaro que são contrárias à liberdade de expressão.

“A classe jornalística precisa abrir o olho. Tempos difíceis estão por vir . Sempre que este senhor abre a boca eu tenho um orgulho tremendo de não ter votado nele”, alertou.

Conforme o petista, o discurso do chefe do poder executivo põe em xeque a democracia.

Ainda na postagem, Macêdo classificou Bolsonaro como um ditador Tabajara e arrematou ao ressaltar que tempos difíceis estão por vir.

“Bolsonaro que tanto fala dos “ditadores” Bolivarianos vem construindo um discurso perigoso a nossa democracia. Esse ditador tabajara, hoje, colocou em cheque preceitos constitucionais clássicos como a liberdade de expressão e o sigilo da fonte garantido aos jornalistas. Um absurdo sem tamanho. A classe jornalística precisa abrir o olho. Tempos difíceis estão por vir . Sempre que este senhor abre a boca eu tenho um orgulho tremendo de não ter votado nele”, postou.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1207784012737512&set=a.1004020423113873&type=3&theater

PB Agora

Total
2
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Por passe de Galdino, dirigentes admitem abrir mão do comando de siglas

Pelo menos três presidentes de partidos na Paraíba estão dispostos a abrir mão do comando de suas legendas para conquistar o ‘passe’ do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Adriano…

Helena vai entrar com ação contra idosas que querem proibir deficientes na praia

Visando garantia o direito de ir e vir de todos os brasileiros, a vereadora de João Pessoa, Helena Holanda, vai entrar com uma ação no Ministério Público Estadual (MPPB) contra…