Reconduzido na última semana ao comando da executiva estadual do PT da Paraíba, o presidente Jackson Macêdo fez um alerta, em suas redes sociais, nesse final de semana, à classe jornalística no Brasil diante das declarações e atitudes do presidente Jair Bolsonaro que são contrárias à liberdade de expressão.

“A classe jornalística precisa abrir o olho. Tempos difíceis estão por vir . Sempre que este senhor abre a boca eu tenho um orgulho tremendo de não ter votado nele”, alertou.

Conforme o petista, o discurso do chefe do poder executivo põe em xeque a democracia.

Ainda na postagem, Macêdo classificou Bolsonaro como um ditador Tabajara e arrematou ao ressaltar que tempos difíceis estão por vir.

“Bolsonaro que tanto fala dos “ditadores” Bolivarianos vem construindo um discurso perigoso a nossa democracia. Esse ditador tabajara, hoje, colocou em cheque preceitos constitucionais clássicos como a liberdade de expressão e o sigilo da fonte garantido aos jornalistas. Um absurdo sem tamanho. A classe jornalística precisa abrir o olho. Tempos difíceis estão por vir . Sempre que este senhor abre a boca eu tenho um orgulho tremendo de não ter votado nele”, postou.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1207784012737512&set=a.1004020423113873&type=3&theater

PB Agora

Total
2
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mesmo com PSB em crise, Jackson volta a defender RC para PMJP

O presidente reeleito do diretório do PT na Paraíba, Jackson Macêdo, pelo visto ainda tem a esperança de que a crise no PSB, partido aliado, seja sanada. Coisa que até…

Vereadora Eliza Virgínia afirma que “pessoal de esquerda só pensa em sexo”

Os intensos debates entre as vereadoras Eliza Virgínia (PSDB) e Sandra Marrocos (PSB), que acontecem com frequência na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), ganharam mais um episódio nesta terça-feira…