Integrante do PSD paraibano desde os tempos do ex-deputado federal Rômulo Gouveia, a vereadora Raissa Lacerda, questionada sobre os rumos do comando estadual agora sobre a direção do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues, ela se disse satisfeita e que seguirá as orientações da sigla no tocante ao rumo do partido na capital para as eleições municipais de 2020.
Atualmente a vereadora que se recompôs a base de sustentação do prefeito da capital Luciano Cartaxo (PV) que é ex-filiado do PSD, disse que o partido está vivendo um novo momento com a chegada do presidente Romero e nesta nova etapa, o objetivo é preparar o partido para as eleições municipais. “O ambiente partidário é muito agradável. Nos bastidores trabalhamos incansavelmente para trazer novos quadros aqui em João Pessoa. Trabalhamos buscando aumentar as fileiras do partido com qualidade. Bons quadros são essenciais para qualquer sigla partidária. Queremos um PSD forte e pronto para ser protagonista na disputa municipal. O foco tem que ser as eleições municipais e termos candidatos ainda mais competitivos”, disse a parlamentar.
Questionada se vem mantendo reuniões com o prefeito de Campina, Raissa disse que não. “Só prestigiei a posse (de Romero) à Presidência Estadual do PSD, em Campina. Também fui a seu convite ao show de Gustavo Lima”, afirmou Lacerda. Atualmente o PSD tem três vereadores na capital, além de Raissa, Professor Gabriel e Marmuthe Cavalcanti.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“A simpatia de Galdino pelo Avante também fortalece a minha escolha” diz Felipe Leitão

O deputado estadual Felipe Leitão (Democratas) que esteve recentemente em evento nacional do Avante em Salvador, ao lado dos parlamentares paraibanos que pertencem à sigla e do presidente da Assembleia…

Cássio não sinaliza disputar PMCG e diz que Romero conduzirá processo

Apesar da acolhida calorosa dos campinenses durante a entrega das casas do Complexo Aluízio Campos ocorrida nessa segunda-feira (11), o ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB) praticamente descartou a possibilidade…