O governador João Azevêdo abre, nesta quarta-feira (12), em Campina Grande, a 30ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba, que terá como tema “Labirinto – A Arte que Une Gerações”.
O Salão do Artesanato da Paraíba, realizado pela Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde)/Programa do Artesanato da Paraíba (PAP), ocorrerá até 30 de junho, das 15h às 22h, no Museu de Arte Contemporânea (MAC) da Unifacisa.

Ao chegar à sua 30ª edição, o Salão do Artesanato da Paraíba terá como principais novidades a ampliação do espaço e o fortalecimento da responsabilidade social e ambiental. A entrada ao evento é possível mediante a doação de um quilo de alimento não perecível, cuja arrecadação será entregue a instituições carentes em uma parceria entre o Governo do Estado e a Diocese de Campina Grande.

Com relação à questão ambiental, o uso de sacolas e canudos plásticos não será permitido durante a realização do evento, que terá 19 dias e expectativa de público estimada em mais de 100 mil pessoas e comercialização em mais de R$ 1 milhão. Entre os municípios participantes estão João Pessoa, Campina Grande, Areia, Sumé, Dona Inês, Cabedelo, Santa Rita e Bayeux.

A gestora do PAP, Marielza Rodrigues, destacou a expectativa para a realização do 30º Salão do Artesanato da Paraíba. “A grande novidade é que o Salão do Artesanato vai ser colocado como uma obra de arte dentro de um museu, gentilmente cedido pela Unifacisa”, disse. “Temos uma agenda cultural vasta, com programação folclórica todos os dias e muitas oficinas criativas”, acrescentou.

Mestras do labirinto – “Labirinto – A Arte que Une Gerações” homenageia seis mestras do labirinto no Estado, representando mais de quatro mil profissionais desta técnica, concentrados principalmente nas regiões do Brejo e Agreste.

As homenageadas são Maria Marta Ferreira, 57 anos (município de Ingá); Evanilda Cavalcanti de Farias, 71 anos (Serra Redonda); Antônia Ribeiro de Mendonça, in memorian (Riachão do Bacamarte); Terezinha Matias Cristóvão (Riachão do Bacamarte); Antônia do Nascimento Marinho, 69 anos (Juarez Távora); e Rita Fernandes da Silva, 78 anos (Ingá).

A programação cultural do 30º Salão do Artesanato da Paraíba comemora o centenário de nascimento de Jackson do Pandeiro. A Praça de Alimentação fará uma homenagem ao paraibano, nascido em Alagoa Grande, no Agreste do Estado, e considerado “o Rei do Ritmo”, com o espaço criativo “Jackson do Pandeiro”.

“Toda a programação cultural foi pensada no sentido de fortalecer o objetivo do Programa do Artesanato da Paraíba, que é mostrar as nossas raízes, a nossa identidade”, acrescentou a gestora do PAP, Marielza Rodriguez. 

PB Agora

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Hervázio: “Aliados estão ‘inquietos’ e querem um desfecho da crise do PSB”

Ainda sobre a crise deflagrada dentro do Partido Socialista Brasileiro na Paraíba que colocou em lados opostos o governador João Azevedo e o ex governador Ricardo Coutinho, o deputado estadual…

Léo sobre deixar PSB: “Se quiserem a minha candidatura, estarei pronto. Se não, procuro outro caminho”

A dissolução do diretório municipal do PSB em João Pessoa, do qual a deputada Estela Bezerra é presidente, não foi muito bem avaliada pelos correligionários da Capital. O vereador Léo…