O deputado federal Gervásio Maia (PSB) defendeu as formas pacíficas de manifestação ao comentar os atos que estão programados para acontecerem em defesa do Governo Federal. No entanto, o socialista cobrou um debate mais amplo e um maior diálogo em Brasília a respeito das decisões que vêm sendo adotadas pela gestão.

Em todo país, atos em defesa da gestão do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), da reforma da Previdência e do pacote anticrime do ministro Sérgio Moro estão agendados para este domingo (26). Embora entidades, movimentos como o Brasil Livre e até o próprio presidente não confirmarem participação, as manifestações deverão contar com alas favoráveis a Bolsonaro.

Para Gervásio Maia, as manifestações são válidas e precisam ser analisadas de todas as formas, tentando extrair, principalmente, referências positivas. “O movimento tem que ser analisado por todos. Sempre procuro extrair, de qual for o movimento popular, uma análise para ver se o rumo está certo ou errado”, disse. 

Gervásio destacou ainda que com as decisões tomadas pelo Governo Federal nos primeiros cinco meses da gestão e, principalmente, com o texto apresentado para a reforma da Previdência, alguns segmentos da população e algumas categorias estão aflitos. “A comunidade acadêmica não está aceitando essas medidas sem diálogo. Ontem a vinda do Ministro da Educação, Abraham Weintraub, que esteve a comissão de Educação, uma audiência pública e os deputados da base do governo impediram estudantes de participar, o que é previsto no regimento e o segurança agrediu estudantes, procuramos interferir para impedir um mal maior… no plenário nem se fala, além de adotarem medidas sem diálogo ainda são agressivos e não é assim que as coisas devem acontecer”, afirmou. 

 

PB Agora


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-vereador de CG tentará carreira política na cidade de Cabedelo em 2020

O ex-vereador de Campina Grande Murilo Galdino (PSB), deverá transferir o seu domicílio eleitoral para a cidade portuária de Cabedelo. Murilo que é irmão do presidente da Assembleia Legislativa, o…

Wallber Virgulino é denunciado por homofobia e exposição de menores

Presidente do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) na Paraíba, Tárcio Teixeira protocolou uma denúncia de homofobia e exposição de adolescentes contra o deputado Delegado Wallber Virgolino. Segundo o líder partidário,…