A diplomação do presidente eleito Jair Bolsonaro deve ocorrer no próximo dia 11 de dezembro, segundo informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nesta manhã, a presidência do TSE entrou em contato com o ministro extraordinário Onyx Lorenzoni para agendar a solenidade.

O TSE sugeriu a Onyx, coordenador do governo de transição e anunciado como futuro ministro da Casa Civil, que Bolsonaro e o PSL antecipem em cinco dias suas prestações de contas, cujo limite é o dia 17 de novembro.

Segundo o TSE, dessa forma será possível cumprir os prazos do calendário eleitoral e realizar a solenidade de diplomação do presidente eleito em 11 de dezembro – um dia antes da data prevista para que Bolsonaro se submeta a um procedimento cirúrgico.

A data limite para a diplomação é 19 de dezembro. Conforme o TSE, Onyx disse que irá consultar Bolsonaro e retomar o contato com o TSE até o meio-dia de hoje.

Correio Braziliense

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: PSB-PB terá comissão provisória nacional para “remediar” conflito interno

“A diferença entre o remédio e o veneno é a dose”. Assim concluiu, certa vez, Paracels, médico e físico do século XVI. E a afirmação percorreu séculos de forma incólume,…

Lula pede que STF compartilhe as conversas da Vaza Jato

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apresentou nesta terça-feira (13) um habeas corpus para que o ministro do STF Alexandre de Moraes divulgue as conversas em…