A diplomação do presidente eleito Jair Bolsonaro deve ocorrer no próximo dia 11 de dezembro, segundo informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nesta manhã, a presidência do TSE entrou em contato com o ministro extraordinário Onyx Lorenzoni para agendar a solenidade.

O TSE sugeriu a Onyx, coordenador do governo de transição e anunciado como futuro ministro da Casa Civil, que Bolsonaro e o PSL antecipem em cinco dias suas prestações de contas, cujo limite é o dia 17 de novembro.

Segundo o TSE, dessa forma será possível cumprir os prazos do calendário eleitoral e realizar a solenidade de diplomação do presidente eleito em 11 de dezembro – um dia antes da data prevista para que Bolsonaro se submeta a um procedimento cirúrgico.

A data limite para a diplomação é 19 de dezembro. Conforme o TSE, Onyx disse que irá consultar Bolsonaro e retomar o contato com o TSE até o meio-dia de hoje.

Correio Braziliense

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TRE mantém condenação a ex-prefeita Euda Fabiana e aplica multa de mais de meio milhão

Na tarde dessa segunda-feira, 22 de julho de 2019, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba – TRE decidiu manter a aplicação de multa no valor de mais de meio milhão…

Ruy Carneiro destaca independência na Câmara dos Deputados

O deputado estadual Ruy Carneiro (PSDB) declarou que na Câmara Federal tem buscado realizar um mandato independente, focado no que for melhor para a população brasileira, independente se forem projetos…