Por pbagora.com.br

Além do do  ex-prefeito Leto Viana (PRP). O O relatório final da operação Xeque-Mate traz o indiciamento de outras 17 pessoas e detalhes sobre o esquema criminoso comandado pelo ex-gestor da cidade que, em depoimento à Polícia Federal abriu o jogo sobre todo o esquema na cidade

O relatório traz também o indiciamento do atual prefeito, Vítor Hugo (PRB), que assumiu o mandato com a saída de Viana do cargo.

Os indiciados na fase atual da Xeque-Mate foram Wellington Viana França, Roberto Ricardo Santiago Nóbrega, José Maria de Lucena Filho, Antônio Bezerra do Vale Filho, Márcio Bezerra da Costa, Aliberto Florêncio de Oliveira, Rosivaldo Alves Barbosa, Josué Pessoa de Góes, Antônio Moacir Dantas Cavalcanti Júnior, Francisco Rogério Santiago Mendonça, Fabrício Magno Marques Melo Silva, Reuben Cavalcante, Fabiano Gomes da Silva, Severino Medeiros Ramos Filho, Kelnner Maux Dias, Gilvan Oliveira Lima do Rego Monteiro, Lindiane Mirella Alves de Medeiros e Vítor Hugo Peixoto Castelliano.

Todos poderão ser denunciados pelo Ministério Público da Paraíba, para onde foi remetido o relatório final da operação.

O destaque da operação aponta para o empresário Roberto Santiago, dono do Manaíra e do Mangabeira Shopping. Ele teria financiado a compra do mandato para evitar a aprovação, por parte dos vereadores, da construção de um Shopping concorrente na cidade de Cabedelo.

Redação


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Duas pessoas sofrem tentativa de homicídio no Cristo Redentor, em João Pessoa

Por pouco dois homens não foram assassinados em João Pessoa na noite desta sexta-feira (26). Eles foram vítimas de uma tentativa de homicídio praticada por dois adolescentes menores de 18…