A Paraíba o tempo todo  |

VIOLÊNCIA: turista é assassinado a pedradas

O funcionário público João Luiz Sampaio de Castro Junior, de 43 anos, foi assassinado a pedradas na madrugada desse sábado (8), quando estava com amigos na beira-mar de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, na altura do Sesc. Ele, que mora no município de Sete Lagoas, em Minas Gerais, estava em Pernambuco desde o dia 24 de dezembro, hospedado na casa de um amigo.

De acordo com uma testemunha que presenciou a agressão, mas preferiu não se identificar, João Luiz estava acompanhado de um casal no bar Quebra-Mar, que fica na Avenida Beira Mar, em Piedade. Por volta das 00h30, ele teria saído do estabelecimento com uma amiga e os dois foram caminhando para um local mais afastado. Nesse momento, três homens visivelmente drogados – segundo a testemunha – e fumando maconha se aproximaram dos dois e iniciaram a agressão ao funcionário público.

Com uma rasteira, os homens derrubaram João Luiz no chão e começaram a atirar-lhe pedras – daquelas utilizadas para conter o avanço do mar. Muito ferido, foi socorrido pelo Samu para o Hospital da Restauração (HR). Por volta das 8h desse sábado, porém, não resistiu à gravidade dos machucados e faleceu.

O corpo do funcionário público está no Instituto de Medicina Legal do Recife e será trasladado para Minas Gerais, onde haverá o sepultamento. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa está investigando o caso.

JC

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe