Por pbagora.com.br

 Três pessoas foram presas nesta quarta-feira (19) por fraudes nos testes para emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na 1ª Ciretran de Campina Grande. A operação realizada pela Polícia Civil em parceria com a corregedoria do Departamento Estadual de Trânsit (Detran) descobriu um esquema que envolvia um funcionário do órgão e um instrutor de auto escola.

Além destes, um candidato que fazia o teste foi preso. O servidor público foi autuado por corrupção passiva e os outros dois por corrupção ativa. Segundo o delegado de Roubos e Furtos de Campina Grande, Danillo Orengo, eles estavam envolvidos na facilitação de reclassificação das CNH.

O crime acontecia durante a realização do exame prático de baliza, dentro da própria sede do Detran de Campina Grande. Segundo a polícia, eram pagos R$ 400 reais pelo candidato para a aprovação neste teste.
Após uma denúncia, os policiais realizaram uma campana e monitoraram todos os envolvidos durante a manhã desta quarta-feira, conseguindo concretizar o flagrante. O trio foi levado para a carceragem na sede da Central de Polícia, no bairro do Catolé.

Redação com G1

Notícias relacionadas

Suspeitos de tentativa de assaltos no Sertão da Paraíba são presos

A Polícia Militar apreendeu, nessa segunda-feira (12), dois adolescentes que são suspeitos de praticarem assaltos na Rodovia PB-325, que liga as cidades de Lagoa, Jericó e Catolé do Rocha, no…

Homem é preso após agredir companheira em João Pessoa

Um homem de 23 anos de idade foi preso nesta segunda-feira (12) pela Polícia Civil, após agredir a própria companheira e provocar até a perda de um dente da vítima.…