A Paraíba o tempo todo  |

Traficante persegue e tenta executar jovem no bairro de Mangabeira, mas acaba preso pela Polícia Florestal

O traficante Gerson Cavalcante Soares, 38 anos, considerado pela Polícia como um dos maiores traficantes de drogas da Grande João Pessoa, foi preso no final da tarde deste domingo (4), no momento em que pretendia executar a tiros um jovem no bairro de Mangabeira. Estavam em companhia do acusado e também foram detidas, Francileide Alves, 43 anos, Maria Bezerra Melo, 51, e a menor T.S, 16.

Segundo informações colhidas pela reportagem do portal PB Agora, utilizando um veículo modelo Celta, cor prata, placas MNJ 3715-PB, o acusado perseguiu pela Avenida Hilton Souto Maior o motociclista Jackson Diniz dos Santos, 19 anos, que conduzia uma motocicleta modelo Honda Fan, placa MPU 78966-PB.

Ainda segundo informações, Gerson jogou o automóvel que conduzia contra o motociclista, derrubou a vítima e armado com uma pistola 380, municiada e com uma bala na agulha, desceu do veículo e abordou o rapaz. Aparentemente nervoso Gerson segurou a vítima e a todo o momento perguntava às mulheres que estavam com ele se era mesmo aquele o alvo do grupo.

Para infelicidade do bando, no momento da ação homens da Policia Florestal, sob o comando do sargento Valdenilson, com apoio do cabo Vieira e soldados Sousa e Wellington, passaram pelo local e pararam para atender o que pensavam ser apenas um acidente de trânsito. Diante da situação, imediatamente homens da Companhia de Policiamento de Trânsito de João Pessoa foram acionados e minutos depois compareceram ao local homens da viatura 1050, sob o comando do Sargento Oliveira.

Todos os envolvidos no “acidente” foram encaminhados à 9ª Delegacia Distrital no bairro de Mangabeira, onde foram apresentados ao delegado plantonista Afrânio de Britto. Já na delegacia, ao descer do veículo, Maria Bezerra de Melo deixou cair das pernas a pistola que seria usada na execução do jovem. Diante da cena, a Polícia notou que algo ainda obscuro estava ocorrendo.

Após colher depoimento da vítima, a Polícia descobriu que o fato se tratava de uma tentativa de homicídio. Uma revista minuciosa foi realizada no automóvel do acusado e a Policia encontrou R$ 11,420,00 em dinheiro trocado em notas de 50, 20, 10, 5 e 2 reais, provavelmente oriundo do tráfico de drogas. Gerson disse à Polícia que a quantia é referente à venda de um terreno no bairro dos Funcionários III. A informação será apurada.

Depois de concluída a prisão dos acusados, a Polícia descobriu que caso a execução de Jackson Diniz dos Santos houvesse sido realizada, a vítima seria morta por engano.

Thiago Moraes
 

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe