Hospital Municipal Percílio Alves de Oliveira – Ceará-Mirim – RN

Eduardo Feliciano Justino da Silva, 17, natural de João Pessoa, foi ao RN numa caravana de torcida organizada para o jogo do Botafogo-PB contra o Globo-RN, no município de Ceará-mirim. Torcedor do time de João Pessoa, Eduardo foi espancado e morreu no hospital, segundo testemunhas.

A partida aconteceu na noite deste sábado (11) e o auxiliar de serralheiro foi ao estado potiguar na companhia de outros torcedores do Belo. No entanto, testemunhas afirmam que Eduardo sequer chegou a assistir à disputa.

Eduardo deu entrada no Hospital Municipal Dr. Percílio Alves, em Ceará-Mirim por volta das 20h. De acordo com a guia de solicitação de exame cadavérico assinado pela equipe médica, o jovem tinha marcas de contusão no tórax e no rosto, além de intoxicação alcoólica e indícios de uso de drogas ilícitas.

Ele teria morrido logo após dar entrada naquela unidade hospitalar. A família afirma que Eduardo teria sido espancado por policiais militares. Inconsciente, a vítima, segundo o hospital, passou por várias tentativas de reanimação, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

Testemunhas relataram que Eduardo teria sido espancado pela polícia após ter pulado o muro do estádio. À família, outros torcedores do Botafogo-PB relataram que os policiais ‘bateram nele até ele desmaiar’.

A morte do paraibano será investigada pela Polícia Civil do RN. A Polícia Militar declarou que não houve registro de confronto entre torcidas rivais e nem entre torcedores e policiais.

 

PB Agora

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Integrante do TCE-PB morre enquanto acompanhava filha em competição

Morreu ontem (12), a auditora de contas públicas Ana Lúcia da Silva Santos Pereira, 50 anos, vítima de infarto, enquanto acompanhava a filha Ana Beatriz, atleta da seleção paraibana no…

Bandidos invadem casa em Santa Rita e estupram mulher

A polícia investiga um caso onde cinco homens invadiram uma residência, na madrugada de hoje (21), e estupraram uma mulher de 21 anos, no município de Santa Rita, na Paraíba.…