Com intuito de encontrar um meio termo, o Tribunal de Justiça da Paraíba realiza hoje (28), a audiência de conciliação com o Governo do Estado e os representantes das entidades das forças policiais. A audiência acontece às 9h, na Sala de Reunião da Presidência, 6º andar (Anexo Administrativo Desembargador Archimedes Souto Maior).

A reunião foi marcada pelo desembargador Leandro dos Santos, relator da Ação Declaratória de Ilegalidade de Greve, ajuizada pelo Estado da Paraíba contra o Fórum das Entidades das Polícias Civil, Militar e Bombeiros.

“Só terão acesso ao recinto da audiência os representantes estatutários das Entidades Promovidas, acompanhados dos seus respectivos advogados, bem como a Parte Promovente, representada pela Procuradoria-Geral do Estado ou do próprio Governador da Paraíba, que foi convidado para o ato, bem como dos Secretários Titulares das pastas que possuam pertinência temática com o tema em testilha”, destacou o desembargador em seu despacho.

A imprensa poderá fazer imagens antes do início dos trabalhos e após o final da reunião. No último dia 19, o desembargador deferiu medida liminar, requerida pelo Estado da Paraíba, para declarar ilegal qualquer movimento de caráter paredista que envolva as forças policiais, sejam paralisações ou deflagrações de greve. Em caso de descumprimento foi fixada uma multa diária, no valor de R$ 500 mil para cada entidade promovida, além de uma multa pessoal, diária, no valor de R$ 300 mil, para os membros da diretoria de cada entidade promovida.

Nos autos da ação, o Estado alegou a existência de um movimento paredista, deflagrado pelo Fórum das Entidades das Polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros. Por se tratar de um caso hipersensível para a sociedade, e considerando o alto interesse em pacificação entre as partes, o desembargador Leandro dos Santos, que é também diretor geral do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflito do TJPB (Nupemec), decidiu designar uma audiência de conciliação com as partes.

Além dele, participarão da reunião os diretores adjuntos do Nupemec, os juízes Antônio Carneiro de Paiva Júnior, Bruno César Azevedo Isidro e Fábio Leandro de Alencar Cunha.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sesi da Paraíba é alvo de Operação da PF, Gaeco e CGU contra lavagem de dinheiro

A Polícia Federal, o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (GAECO), a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Ministério Público Federal, deflagraram na manhã desta quinta-feria (2), uma…

Polícia prende mulher suspeita de planejar operação para libertar detento na PB

A Polícia Militar prendeu uma mulher suspeita de planejar operação para libertar detento na Paraíba. A mulher de 32 anos, estava foragida, e foi presa na noite de terça-feira (30),…