Por pbagora.com.br

Mais um assassinato aconteceu em Campina Grande. Um taxista foi morto na cidade por volta das 04h30 deste domingo (10) na Avenida Dinamérica Alves Correia, no Bairro Dinamérica.

Segundo a Polícia Militar, o taxista Humberto Gaudêncio da Silva, de 54 anos, mesmo baleado conseguiu sair de dentro do carro, conseguiu correr cerca de 200 metros, mas acabou não resistindo e morreu no pátio de um posto de gasolina na Avenida Floriano Peixoto, no Centenário.

O veículo acabou colidindo com um poste na Avenida Dinamérica. Humberto trabalhava numa Praça no Centro (ao lado do Capitólio) e morava na Rua Antônio B. Paz, no Alto Branco. O assassino, ainda não identificado, seria um hóspede de uma pousada no Centro.

Segundo informações obtidas pela PC e repassadas, esse suspeito assaltou o local, agrediu um vigia com uma coronhada e em seguida pegou o táxi. O taxista foi morto com um tiro a altura do peito.

O assassino estaria no banco do carona. No local onde o carro bateu, moradores disseram que foram ouvidos dois disparos. O caso, por se tratar de latrocínio, vai ser investigado pele Delegacia de Roubos e Furtos.

Redação

Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

Notícias relacionadas

Proibição de estacionar na orla da capital ganha reforço; desrespeito gera multa

De acordo com a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) a sinalização de proibição do estacionamento nas orlas de João Pessoa ganhou o reforço de 40 banners informativos neste neste…

Colisão resulta em capotamento de carro no bairro de Manaíra, em João Pessoa

Um veículo provocou um grave acidente ao capotar no início da tarde de hoje (28) após uma colisão em um cruzamento em avenida com rua no bairro de Manaíra, em…