Por pbagora.com.br

Mais um assassinato aconteceu em Campina Grande. Um taxista foi morto na cidade por volta das 04h30 deste domingo (10) na Avenida Dinamérica Alves Correia, no Bairro Dinamérica.

Segundo a Polícia Militar, o taxista Humberto Gaudêncio da Silva, de 54 anos, mesmo baleado conseguiu sair de dentro do carro, conseguiu correr cerca de 200 metros, mas acabou não resistindo e morreu no pátio de um posto de gasolina na Avenida Floriano Peixoto, no Centenário.

O veículo acabou colidindo com um poste na Avenida Dinamérica. Humberto trabalhava numa Praça no Centro (ao lado do Capitólio) e morava na Rua Antônio B. Paz, no Alto Branco. O assassino, ainda não identificado, seria um hóspede de uma pousada no Centro.

Segundo informações obtidas pela PC e repassadas, esse suspeito assaltou o local, agrediu um vigia com uma coronhada e em seguida pegou o táxi. O taxista foi morto com um tiro a altura do peito.

O assassino estaria no banco do carona. No local onde o carro bateu, moradores disseram que foram ouvidos dois disparos. O caso, por se tratar de latrocínio, vai ser investigado pele Delegacia de Roubos e Furtos.

Redação

Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia prende homem suspeito de praticar assaltos em João Pessoa

A Polícia Militar prendeu um homem suspeito de praticar assaltos em vários bairros de João Pessoa. De acordo com a Polícia, o suspeito trocava de roupa após cometer o crime…

Corpo de Bombeiros investiga causas de incêndios em lanchonete de Campina

O Corpo de Bombeiros está investigando as causas de um incêndio que destruiu o teto de uma lanchonete localizada às margens do Açude Velho, em Campina Grande. De acordo com…