A segurança pública do Estado cresceu em eficácia em encontrar pessoas desaparecidas. A Paraíba sofreu um aumento de 150% no número de desaparecidos, entre os anos de 2016 e 2017, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2018, em contrapartida, a quantidade de pessoas encontradas atingiu uma proporção de 350% de um ano para outro.

 

Em 2016, haviam 74 desaparecidos no Estado. Destes, 40 foram encontrados. Já em 2017, foram 185 pessoas que desapareceram, no entanto, 184 foram achadas, com um percentual de 99,5% de pessoas localizadas. De acordo com a delegada da Polícia Civil, Cassandra Duarte, os números de desaparecimentos aumentaram principalmente porque o sistema de alimentação de dados sofreu uma atualização, facilitando a forma de registrar todos os desaparecimentos do Estado.

 

“Como a gente aumentou a capacidade de aglutinar esses dados, temos acesso a quase todos os dados de todas as delegacias do Estado. Não é que a gente não registrava antes, é que agora temos uma fotografia mais real de quantos casos ocorrem”, explicou. Uma das novidades que a Polícia Civil tem realizado para encontrar pessoas desaparecidas é através da] delegacia on-line. Há pouco mais de um mês essa ferramenta on-line está recebendo denúncias de desaparecidos, onde a família pode registrar o BO de forma rápida e sem sair de casa.

 

“O que a gente vem tentando fazer é informatizar todos os registros de ocorrência de pessoas desaparecidas. O primeiro passo foi a inclusão na delegacia on-line, que é um serviço que tem registros de boletim de ocorrência de furtos e acidentes em trânsitos e extravios de documentos, agora foi incluído também o desaparecimento de pessoas. Se a pessoa, que é o familiar ou o comunicante, tiver todos os dados da pessoa que desapareceu, ela vai lá na página da delegacia on-line e já faz o registro, que vai para um banco de dados informatizados”, disse a delegada.

 

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Suspeita de matar e cortar pênis de companheiro na PB amolou faca antes do crime

A mulher suspeita de matar e cortar pênis de companheiro na Paraíba amolou faca antes do crime. O crime aconteceu em Areial, no Agreste da Paraíba, e segundo a polícia,…

Polícia prende dupla suspeita de vários assaltos no bairro do Geisel

A Polícia Militar prendeu em flagrante os dois suspeitos de praticarem assaltos no bairro do Geisel, nas últimas semanas. Os dois, de 22 anos cada, foram presos depois que fizeram…