Por pbagora.com.br

O Presídio Regional Raymundo Asfora, em Campina Grande, está com três vezes mais presos do que suporta. A unidade prisional, mais conhecido como Serrotão, comporta oficialmente 300 presos, mas tem uma população carcerária de 900 apenados atualmente. Os dados são de um levantamento feito pelo Setor de Inteligência de Operações (Siop) e divulgado na noite de segunda-feira (2).

De janeiro a dezembro, a penitenciária registrou a apreensão de 1.338 acessórios de aparelhos celulares, como baterias, fones, chips e carregadores, além de 284 materiais perfurocortantes, como facas, facões e espetos. Também foram encontrados 72 kg de maconha e 1 kg de cocaína foram encontrados dentro da unidade prisional no ano passado.

Apesar da superlotação expressiva, o levantamento aponta que em 2016 não houve registros de nenhuma fuga ou rebelião no presídio. Ainda conforme o estudo, as medidas preventivas, aliadas aos procedimentos de pente fino, realizadas pelos agentes penitenciários em parceria com a Polícia Militar, resultaram na apreensão de mais de 500 aparelhos celulares no ano passado.

Para o diretor do Presídio Regional de Campina Grande, Delmiro Nóbrega os números apresentados pelo estudo merecem ser comemorados. “Considero que foi um ano muito positivo, pois não houve registro nem de fuga e nem de rebelião. E com procedimentos constantes de fiscalização que resultou no saldo de apreensões expressivo. Além da realização de diversos projetos de ressocialização. Fruto de muito trabalho da equipe da unidade” avaliou.
 



Redação com G1

  (Foto: Delmiro Nóbrega/Arquivo Pessoal)

Notícias relacionadas

Fanqueiro MC Kevin morre aos 23 anos após cair de 11º andar de hotel

Ainda na noite deste domingo (16), o hospital para onde levaram MC Kevin confirmou a morte do funkeiro. O jovem de 23 anos, caiu do 11º andar de um hotel…

PM apreende armas de fogo e prende suspeitos em todo Estado

A Operação Previna-se, desencadeada na noite desse sábado (15) pela Polícia Militar, resultou na apreensão de armas e prisão de seis pessoas pelo crime de porte ilegal de armas, até…