Por pbagora.com.br

Está sendo julgado nesta quarta-feira (29), em João Pessoa, o ex-agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) acusado de matar o vizinho. O crime aconteceu no dia 26 de dezembro de 2013, em um condomínio situado no Bairro do Altiplano, na Capital. 

O réu foi a juri popular e, de acordo com a acusação, ele teria desferido vários tiros contra o idoso, por motivo fútil e de forma que tornou impossível a defesa da vítima.

Na época da prisão, logo após o crime, o ex-agente da PRFalegou que teria agido em razão da bebida durante uma discussão

Julgamento

O juri popular foi suspenso no final da manhã e retornou às 14h com o réu sendo interrogado pelo reprsentante do Ministário público, o promotor do caso, Edjacir Luna. O promotor acredita que a sentença será a condenação do réu. "Diante das provas que sobejam nos autos, a provas do dolo, da vontade do réu de eliminar vítima, do dolo intenso do crime hediondo, que foi cometido e cremos que os jurados representantes da sociedade de João Pessoa saberão fazer justiça", disse.

A sessão está sendo presidida pela juíza Francilucy Rejane de Sousa Mota. Existe a possibilidade que o julgamento termine no fim da noite de hoje.

 

PB  Agora

 

 

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia prende envolvido em homicídio e assalto no Sertão

A Polícia Militar prendeu, nas primeiras horas desta sexta-feira (14), na cidade Tavares, um procurado da Justiça que teria envolvimento em um homicídio e um assalto à agência dos Correios…

Operação Rent a Car afasta prefeito do município de Camalaú no Cariri da PB

Um mandado expedido pela Justiça da Paraíba afastou do cargo o prefeito do município de Camalaú, no Cariri da Paraíba. Alecsandro Bezerra dos Santos (PSDB), conhecido por Sandro Moco, é acusado de…