A Delegacia da Receita Federal em Foz do Iguaçu realiza nesta quarta-feira (13/12), às 10 horas, o XX Mutirão Nacional de Destruição de Mercadorias Apreendidas. Na ocasião, serão inutilizados 22 mil decodificadores piratas de TV por assinatura, apreendidos, em novembro, nas rotas de contrabando do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso.

Ao longo de 2017, a Receita Federal de Foz do Iguaçu já apreendeu 86,5 mil decodificadores piratas. Nos últimos cinco anos, o total de equipamentos clandestinos apreendidos já chega a 163 mil.

Além dos decodificadores piratas, a Receita destruirá amanhã lotes de cigarros, óculos, relógios, bebidas, medicamentos, CDs e DVDs. No total, serão 243 toneladas de produtos ilegais, totalizando um valor de R$ 42 milhões.

Em 2015, a Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) e a Receita Federal do Brasil firmaram termo de cooperação para destruir decodificadores ilegais de TV paga que são apreendidos região Sul do Brasil, em todas as rotas de entrada destes produtos clandestinos no país.

Segundo estimativas da ABTA, o Brasil perde anualmente R$ 6 bilhões com a pirataria de TV por assinatura, que ameaça milhares de empregos na indústria audiovisual no Brasil.

O XX Mutirão Nacional de Destruição de Mercadorias Apreendidas acontecerá na Delegacia da Receita Federal em Foz do Iguaçu, que fica na Avenida Paraná, 1227, Jardim Polo Centro, em Foz do Iguaçu.

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-zelador é condenado por casos de estupro em banheiro de escola, em JP

O ex-zelador de uma escola particular foi condenado pela Justiça por participar dos casos de estupro praticados contra crianças e adolescentes dentro do banheiro do colégio. O julgamento aconteceu na…

Idoso é baleado durante assalto na cidade de Bananeiras

Na noite dessa quinta-feira (17), um idoso de 64 anos foi baleado durante um assalto, na cidade de Bananeiras. Segundo as informações o homem estava em um bar quando foi…