Por pbagora.com.br

O rapper DMX se entregou à justiça norte-americana nesta segunda-feira (26) para começar a ser vir uma sentença de 90 dias por uma acusação de direção perigosa de 2002.

Frank Mateljan, porta-voz do Ministério Público de Los Angeles, afirmou que o músico de 39 anos se entregou em uma corte no centro da cidade. Ele informou que o juiz do caso determinou que DMZ não poderá ser liberado sob vigilância eletrônica, em regime semi-aberto ou em prisão domiciliar.

DMX, cujo nome verdadeiro é Earl Simmons, foi acusado incialmente de direção sob o efeito de álcool, mas as acusações foram retiradas mais tarde.

Ele tem sido preso repetidamente na última década, voltando à cadeia recentemente no Arizona por violar a sua condicional ao ser reprovado em um exame contra drogas.

Documentos mostram que DMX violou a condicional em janeiro deste ano, e que deveria encontrar um juiz em março. Ele não apareceu no tribunal, e o juiz acabou revogando a sua fiança de US$ 100 mil.

Uma mensagem deixada ao advogado do rapper não foi retornada até o fim da terde desta segunda-feira.

 

G1

Notícias relacionadas

Foragido por estupro e tortura é preso pela PRF e Polícia Civil da PB

Ação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Civil da Paraíba (PCPB) prendeu, na tarde da última quarta-feira (14), foragido da justiça pelos crimes de estupro de…

Polícia apreende arma de fogo furtada de empresa de vigilância, em Stª Rita

A Polícia Militar apreendeu duas armas de fogo, uma delas havia sido furtada de uma empresa de segurança. A apreensão dos armamentos foi registrada na tarde dessa quarta-feira (14), no…