Por pbagora.com.br

Em cumprimento à decisão da Justiça Federal da Paraíba, a PMJP suspendeu o Processo Seletivo Simplificado para provimento de vagas para o Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio Burity, o Trauminha, por prever salários aviltantes e abaixo do salário mínimo.

Vereador Bruno Farias comemora a decisão judicial, que atende reclamação do Conselho Regional de Odontologia (CRO), e presta solidariedade aos profissionais de saúde que se uniram em notas de repúdio pugnando pela revisão dos salários propostos no Edital. “Presto solidariedade a toda a rede de profissionais de saúde de nossa cidade que se uniu contra o edital do processo seletivo simplificado do Trauminha que previa salários aviltantes para homens e mulheres que cuidam da saúde e da integridade do povo”, disse.

Segundo Bruno, o processo seletivo do Trauminha se revelou indigno para com os profissionais de saúde. “E a PMJP, que, durante todo o período anterior à divulgação da decisão da justiça, se mostrou inerte, não teve outro caminho senão o de atender ao comando da justiça de suspender aquele certame”.

O parlamentar declarou, na tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa, que espera que a PMJP confira dignidade aos profissionais de saúde de João Pessoa. “Porque até salários abaixo do salário mínimo estavam presentes no edital de maneira vil e de modo a ferir a dignidade desses profissionais. A todos os médicos, cirurgiões dentistas, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, enfim, a toda a rede, deixo minha solidariedade, meu reconhecimento pela união, pela força, pela mobilização e pela resistência“.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Operação Vetus: ação combate crimes de violência contra idosos na PB

A Polícia Civil da Paraíba integra desde as primeiras horas desta sexta-feira (4) uma operação nacional, sob a coordenação do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), com o objetivo…

Corpo é encontrado carbonizado com marca de tiros, no Agreste

O corpo de um homem identificado como Manoel Carlos Elfilio Veloso, de 57 anos, foi encontrado carbonizado e com marca de tiro, na noite desta quinta-feira (03), na cidade de Barra…