Por pbagora.com.br

 O grande número de acidentes envolvendo motocicletas e ciclomotores está preocupando as autoridades. Na tentativa de diminuir as estatísticas a Polícia Rodoviária Federal realizou a Operação Duas Rodas com abordagens nos municípios de Patos, Santa Luzia, Condado, Malta e Santa Terezinha. Por conta do período carnavalesco a ação acontecerá até o final do mês de Fevereiro de 2017. Durante toda a ação, mais de 100 veículos foram fiscalizados e 227 autos de infração foram emitidos.

Em apenas três dias de trabalho, foram verificadas diversas irregularidades, a maioria pelo condutor dirigir inabilitado e a falta do uso de capacete. Além disso, foram feitos 71 testes de bafômetro, onde 13 condutores acabaram autuados, sendo três presos. Por apresentar alguma irregularidade, 56 veículos foram recolhidos ao pátio da PRF; destes, 52 eram de duas rodas.

De acordo com estatística do Núcleo de Comunicação da PRF na Paraíba, em 2016 mais de 44% dos óbitos registrados nas rodovias federais que cortam a Paraíba foram decorrentes de acidentes envolvendo veículos de duas rodas. As estatísticas mostram também que 38,5% dos acidentes registrados no ano passado, pelo menos um veículo envolvido era motocicleta ou ciclomotor. Além disso, nos acidentes em que esse tipo de veículo se envolve, 60,3% dos feridos são considerados graves.

Os trabalhos de fiscalização a veículos duas rodas estão tornando-se parte indispensável no planejamento das ações de operações da PRF. O chefe da Seção de Policiamento e Fiscalização da PRF na Paraíba, Eduardo Guimarães, afirma o porquê desta necessidade. “As estatísticas revelam uma realidade cada vez mais cruel, onde pessoas, na maioria de jovens, perdem a vida no trânsito por negligenciarem as regras mais elementares de circulação e segurança. E este público compõe justamente os usuários de veículos duas rodas”, pontuou Guimarães.

Ele disse ainda que é por conta desta realidade que operações como estas continuarão a acontecer em vários pontos da Paraíba ao longo do ano.

Hospitais

Diariamente os hospitais de emergência e trauma de João Pessoa e Campina Grande atendem vítimas de acidentes envolvendo motocicletas e ciclomotores. Somente no ano passado, o Trauma da capital prestou atendimento a 7.700 pessoas por causa de batidas de motos.

 

Redação com PRF

Notícias relacionadas

Suspeitos assaltar comerciantes na Grande João Pessoa são presos

A Polícia Civil da Paraíba prendeu três homens suspeitos de integrar uma organização criminosa que praticava assaltos nas casas de comerciantes situadas na região metropolitana de João Pessoa. As prisões…

Polícia apreende arma que seria de grupo criminoso, na Capital

A Polícia Militar apreendeu um revólver que seria de um grupo criminoso ligado ao tráfico de drogas, com atuação na comunidade Maria de Nazaré, localizada no bairro Funcionários III, em…