Por pbagora.com.br

Após vários dias de investigação, a polícia prendeu um jovem de 20 anos suspeito de ter participado da explosão que terminou no incêndio de um supermercado em Campina Grande.

O caso aconteceu em dezembro de 2018 no bairro da Liberdade e, até agora, este é o terceiro suspeitoapreendido.
Segundo Polícia Civil, o suspeito foi localizado no Sítio Marinho, zona rural de Campina Grande. O delegado ainda não deu mais informações sobre a prisão do suspeito

De acordo com a gerência do estabelecimento, duas caminhonetes pararam em frente ao supermercado por volta das 3h, os suspeitos desceram e entraram no local. Nesse momento, cerca de sete funcionários estavam trabalhando na reposição do estoque e, ao perceberem a presença dos suspeitos, se esconderam na parte de trás do supermercado.

Os suspeitos tentaram explodir o cofre do estabelecimento por pelo menos três vezes, provocando o incêndio. O fogo se alastrou pelo local e, em seguida, os suspeitos fugiram. Ainda não há confirmação se os suspeitos conseguiram levar algum dinheiro. Os funcionários que estavam escondidos conseguiram sair do local e ninguém ficou ferido.

Mais de 40 integrantes do Corpo de Bombeiros trabalharam no combate ao incêndio. O incêndio danificou a estrutura do estabelecimento e consumiu todo o estoque e equipamentos dispostos no local. A gerência informou que o supermercado havia sido inaugurado em setembro de 2018.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Quatro aves silvestres e duas armas de fogo são apreendidas em CG

Policiais Militares da 2ª Companhia de Polícia Ambiental (2ª CPAmb), apreenderam duas armas de fogo e quatro aves silvestres no município de Campina Grande, nessa sexta-feira (25). Após a soltura…

Dois ficam feridos após carro capotar e derrubar poste, em João Pessoa

Duas pessoas ficaram feridas após um carro capotar e, com o impacto, derrubar um poste, na noite de ontem, sábado (26), no Acesso Oeste, no sentido para o bairro Ilha…