Por pbagora.com.br

Em atendimento a uma recomendação do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE), a prefeitura de Paulista, no Grande Recife, cancelou o contrato que havia sido feito com a empresa Limpmax Construções e Serviços.

A empresa paraibana está envolvida na Operação Calvário (PF) e em uma série de irregularidades em contratos celebrados com prefeituras na Paraíba.

Só a Prefeitura do Conde (PB), por exemplo, desembolsou mais de R$ 16 milhões à Limpmax Construções e Serviços durante a gestão da ex-prefeita Márcia Lucena (PSB). A socialista, inclusive, chegou a disputar a reeleição fazendo uso de uma tornozeleira eletrônica e tendo que cumprir uma série de medidas restritivas.

Confira documento

Redação

Notícias relacionadas

“Me abraçou e falou, tchau te amo'”, diz pai de Gael sobre último momento com filho

Um crime envolvendo uma família paraibana chocou todo o país. Um menino de três anos de idade foi agredido até a morte em um apartamento na região central de São…

Polícia prende suspeito de matar vizinho a facadas em JP

A Polícia Militar, por meio da Companhia Especializada em Apoio ao Turista (CEATur), prendeu em flagrante um homem de 26 anos que é suspeito de matar o próprio vizinho a…