A Paraíba o tempo todo  |

Policias prendem suspeitos de atirar em perito da Polícia Federal na capital

A investigação composta por integrantes da Polícia Federal e da Polícia Civil, deteve, na tarde de ontem (9), dois suspeitos de participação na tentativa de assalto que terminou com um perito da Polícia Federal baleado. O crime aconteceu no bairro de Tambaú, em João Pessoa, mesmo local onde foram capturados.

Essa tentativa de assalto ocorreu na noite do último domingo (6) e, desde então, tanto a Polícia Federal com a Polícia Civil estavam em busca desses dois suspeitos. Por volta das 16h eles foram localizados e presos na região do busto de Tamandaré. Essa ação que resultou na prisão foi coordenada pelo delegado André Beltrão, da Polícia Federal.

“Foi um trabalho de investigação conjunta com a Polícia Civil como também, recentemente, apoio da Inteligência da Polícia Militar e desde o momento do fato criminoso que a gente vem buscando indícios, buscando materializar esse fato. Hoje as equipes na rua e receberam uma denúncia de que os autores do crime estavam no mesmo local onde o ocorreu no domingo. Quando fomo averiguar estavam lá na orla de Tambaú, no busto de Tamandaré. Os dois confessaram o crime ali e a gente trouxe aqui para fazer o procedimento judicial”, relatou o delegado.

Os suspeitos foram identificados pelo delegado como Caio Fernandes de Souza, de 23 anos, e Lucas Cristiano Barbosa Lucena, de 18 anos. De acordo om a Polícia Civil, o suspeito de 18 anos teria efetuado os disparos contra o perito.

Entenda o caso – Um perito da Polícia Federal (PF) foi baleado durante uma tentativa de assalto no bairro de Tambaú, em João Pessoa. O caso foi registrado no fim da noite deste domingo (6). A vítima teria retornado da praia e havia estacionado o carro para desembarque da namorada. Neste momento, o casal foi abordado por dois suspeitos.

Os criminosos teriam pedido a chave do veículo. Mas, por se tratar de um carro de luxo, não havia chave para entregar. Houve desentendimento e os suspeitos atiraram. Ao menos três disparos atingiram a vítima na região das costas.

Os suspeitos fugiram logo após o caso. Câmeras de segurança instaladas em imóveis na região registraram a fuga e toda ação. Um casal que passava pelo local prestou socorro à vítima, que foi encaminhada para um hospital particular, onde segue internada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O estado de saúde não foi divulgado a pedido da família.

Da Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe