Em uma ação conjunta, equipes das Polícias Civil e Militar conseguiram prender, na noite dessa terça-feira (28), o homem suspeito de praticar homicídio na cidade de Bayeux, na região metropolitana de João Pessoa. A prisão ocorreu após os policiais realizarem buscas em uma mata e cercar a área na qual o suspeito estava escondido. O crime foi praticado  no último domingo (26).

Desde que ocorreu o fato, equipes da Polícia Civil estavam em diligências para localizar o suspeito. Os trabalhos foram realizados pelas Delegacias de Santa Rita e Bayeux. Segundo informações do delegado Antônio Magno, da Seccional de Bayeux, o preso tem 27 anos de idade e é apontado pelas investigações como sendo autor da morte de Edivan Barros de Lima. A vítima sofreu golpes de arma branca e não resistiu. O delito ocorreu em Bayeux.

“Policiais civis e militares cercaram a Mata do Xexém, no bairro Mário Andreazza, em Bayeux, após informações que o acusado estaria se escondendo no interior da mata”, afirmou o delegado. “Após diversas diligências, o acusado informou que não conseguia mais se esconder e se entregou ao cerco, na cidade de Santa Rita. Ele confessou o crime e alegou que o fez por legítima defesa”, completou o policial.

O homem foi conduzido para a delegacia e autuado. Ele permanece recolhido na carceragem da Central de Polícia Civil, em João Pessoa, até esta quarta-feira (29), quando será apresentado ao Poder Judiciário durante a audiência de custódia, no Fórum de Santa Rita.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Homem tenta defender irmã em briga com marido e é esfaqueado

Um homem foi esfaqueado ao tentar defender a irmã de supostas agressões do marido. A discussão ocorreu neste sábado (16) no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa, e…

Duas pessoas são feridas a tiros após desfile de bloco em João Pessoa

A dispersão de um bloco de pré-carnaval resultou em tiros e duas pessoas feridas em João Pessoa. A ocorrência foi registrada na Avenida Epitácio Pessoa, durante a madrugada. De acordo…