Policiais militares da Companhia de Choque, do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), concluem, nesta semana, um ciclo de capacitação e treinamento para atividades de alto risco e combate às quadrilhas de ações contra bancos. Ao todo, cerca de 100 policiais passarão pelo treinamento que está sendo realizado na sede do BOPE e no Centro de Educação da Polícia Militar, em João Pessoa.

Entre os objetivos da instrução está atualizar o policial militar com novas técnicas e táticas de combate a grupos criminosos, situações de alto risco e que envolvam deslocamento em patrulha, disparos de arma de fogo, recarga, emboscada, contra-emboscada, e resgate. A instrução foi dividida em módulos teóricos e prático e contou ainda com estudos de caso de ocorrências reais, e padronização de técnicas de ação imediata contra grupos com alto poder de fogo.

“Estamos capacitando o policial com essas novas técnicas, deixando ele ainda mais habilitado para o policiamento em áreas de alto risco, em combate contra assaltos à banco e estabelecimentos financeiros, além do apoio em ocorrências de maior complexidade”, destacou o capitão Bruno Rodrigues, comandante da 1ª Companhia de Choque. Após o término das instruções, outras capacitações deverão ocorrer, incluindo com programa de direção defensiva e policiamento em praças desportivas.

Polícias Militares em diversas unidades da Paraíba passam por capacitação nestes últimos dias. Cerca de 20 policiais estão no Curso de Sobrevivência em Área de Caatinga.

Na região do Cariri Ocidental, na cidade de Sumé e região de Monteiro, 27 policiais das cidades que fazem parte do Comando Regional I participam do Estágio de Operações Táticas com Apoios de Motocicletas (EOTAM). O objetivo é treinar o policial para utilização de motos em locais críticos, de difícil acesso, e que exijam mobilidade.

No Sertão, em agosto, cerca de 40 policiais do Comando Regional II, das cidades de Sousa, Patos, Cajazeiras, Catolé do Rocha, Itaporanga e Princesa Isabel foram capacitados no EOTAM.



Redação com Secom-PB

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Acusado de estuprar sobrinha é condenado a 8 anos de cadeia

Um homem acusado de estuprar a sobrinha, à época com 13 anos de idade, foi condenado a oito anos e dois meses de reclusão, em regime fechado. A sentença foi…

Polícia diz que filho de mulher suspeita de cortar pênis do companheiro viu crime

O crime que chocou a Paraíba ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira (16). De acordo com a polícia, um dos filhos da mulher suspeita de matar o companheiro a facadas…