Por pbagora.com.br

Policiais civis da cidade de Catolé do Rocha, localizada no Sertão da Paraíba, estão à procura do homem que matou com dez facadas uma cadela de estimação no último domingo (6). O fato ocorreu na casa do próprio suspeito, situada no centro da cidade, a 393 quilômetros de João Pessoa, e comoveu a população do  local.

Segundo testemunhas, o agressor teria praticado o crime após se revoltar com os latidos do animal. Ele fugiu após o fato. O caso está sendo investigado pelos delegados Homero Perazzo Filho e Sylvio Rabello.

De acordo com Sylvio Rabello, delegado seccional de Catolé do Rocha, a polícia começou a investigar o caso assim que foi informada do ocorrido. “Além de uma associação que trabalha em defesa dos animais, familiares do suspeito também procuraram a polícia. O delegado plantonista Homero Perazzo compareceu no local do crime junto com sua equipe e adotou as primeiras providências, como ouvir testemunhas, identificar o autor do crime e expedir intimações”, detalhou.

Os policiais da cidade foram acionados para localizar o suspeito, porém ele ainda permanece desaparecido. “Recebemos informações de que ele está fora da cidade, mas estamos fazendo diligências no sentido de localizá-lo. Parentes disseram que é portador de doenças mentais e teve um surto psicótico, mas ainda estamos investigando. Além de matar o animal, ele fez ameaças de morte contra familiares. Se ele não aparecer, iremos representar pela prisão preventiva do mesmo”, afirmou Silvio Rabelo. 

 

Secom

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Polícia prende suspeitos de assalto e tráfico de drogas em CG e região

A Polícia Militar prendeu, na tarde dessa terça-feira (23), quatro suspeitos envolvidos em assaltos e tráfico de drogas, no município de Campina Grande e região. As ações da PM resultaram…

Casa de casal que morreu em Cajazeiras vítima de Covid-19 é arrombada

Após o casal Carlinhos do paredão e Lívia Gonçalves morrerem vítimas da covid-19, em Cajazeiras, a família dos dois acionou a polícia denunciou que a casa do casal foi arrombada…