Por pbagora.com.br

A Polícia Civil da Paraíba, por meio do Grupo de Operações Especiais (GOE), prendeu nessa terça-feira (7), em João Pessoa, um homem suspeito da prática de crimes patrimoniais na cidade. O trabalho resultou na prisão em flagrante de Felipe Abraão Campina de Moura, 21 anos, por receptação e posse ilegal de arma de fogo.

 

De acordo com o delegado Allan Térruel, que está à frente do GOE, Felipe foi abordado durante levantamentos realizados na localidade por uma equipe do Grupo. “Com ele foram encontradas duas armas e munição, além de outros objetos. Por isso, o flagrante. Agora as investigações continuam a fim de apurar a ligação do preso com crimes de roubo ocorridos na região”, afirmou o delegado.

 

Repressão qualificada – O titular do GOE ressaltou que a Polícia Civil tem trabalhado por meio de repressão qualificada no enfrentamento à violência, a fim de reduzir os crimes contra a vida e o patrimônio e ainda reprimir o tráfico de drogas.

 

“No dia 31 de março, o GOE foi responsável pela prisão de um homem suspeito de roubar um supermercado no bairro de Mangabeira. Em fevereiro, 15 pessoas foram presas na Operação Esbulho, que teve como objetivo desarticular um grupo suspeito de expulsar moradores de um condomínio popular, a fim de utilizar os imóveis para o tráfico de drogas”, lembrou.



Redação

Notícias relacionadas

Suspeitos assaltar comerciantes na Grande João Pessoa são presos

A Polícia Civil da Paraíba prendeu três homens suspeitos de integrar uma organização criminosa que praticava assaltos nas casas de comerciantes situadas na região metropolitana de João Pessoa. As prisões…

Polícia apreende arma que seria de grupo criminoso, na Capital

A Polícia Militar apreendeu um revólver que seria de um grupo criminoso ligado ao tráfico de drogas, com atuação na comunidade Maria de Nazaré, localizada no bairro Funcionários III, em…