Por pbagora.com.br

A Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia Seccional de Catolé do Rocha, prendeu, na noite dessa quarta-feira (6), um homem suspeito de envolvimento em explosões a bancos e carros fortes, no Sertão, e de ter participado do ataque ao presídio PB-1, em João Pessoa, no ano passado.

Segundo informações do delegado Sylvio Rabelo, o preso é Francisco Aécio de Sousa, de 29 anos, e ele estaria envolvido ainda na explosão de um carro forte em Lagoa, em julho deste ano, na região de Catolé do Rocha, além de ataques a três instituições bancárias na mesma região. “Logo após as explosões, os fatos começaram a ser investigados pela Polícia Civil no Sertão, inclusive em complementação a Operação Ladinos, desencadeada pelas polícias estaduais e investigada pelas equipes de policiais civis de Patos e Catolé”, disse.

Francisco Aécio de Sousa já tinha mandado de prisão em aberto por explosões a instituições financeiras, mas também foi autuado em flagrante por estar com um veículo roubado e um outro que pertence a um preso do presídio PB-1 e com restrição.

O suspeito está na delegacia de Catolé do Rocha aguardando recolhimento a uma unidade prisional do Estado.

“Os crimes contra instituições financeiras são investigados pela Delegacia Especial de Roubos a Bancos de Patos com apoio das Delegacias Seccionais”, concluiu Sylvio Rabelo.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PRF/PB apreende mais de 370 mil maços de cigarros contrabandeados

A carga, avaliada em mais de R$ 1,8 milhão, estava escondida atrás de caixas de frutas vazias A Polícia Rodoviária Federal apreendeu, na madrugada desta terça-feira (01), mais de 370…

Idoso morre esmagado por caçamba de caminhão no bairro de Oitizeiro, em JP

Um idoso morreu esmagado por um caminhão, na manhã de hoje (1°), na comunidade Baleado, no bairro de Oitizeiro, em João Pessoa. Reginaldo Soares, 61 anos, realizava um procedimento mecânico…