A Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia Seccional de Catolé do Rocha, prendeu, na noite dessa quarta-feira (6), um homem suspeito de envolvimento em explosões a bancos e carros fortes, no Sertão, e de ter participado do ataque ao presídio PB-1, em João Pessoa, no ano passado.

Segundo informações do delegado Sylvio Rabelo, o preso é Francisco Aécio de Sousa, de 29 anos, e ele estaria envolvido ainda na explosão de um carro forte em Lagoa, em julho deste ano, na região de Catolé do Rocha, além de ataques a três instituições bancárias na mesma região. “Logo após as explosões, os fatos começaram a ser investigados pela Polícia Civil no Sertão, inclusive em complementação a Operação Ladinos, desencadeada pelas polícias estaduais e investigada pelas equipes de policiais civis de Patos e Catolé”, disse.

Francisco Aécio de Sousa já tinha mandado de prisão em aberto por explosões a instituições financeiras, mas também foi autuado em flagrante por estar com um veículo roubado e um outro que pertence a um preso do presídio PB-1 e com restrição.

O suspeito está na delegacia de Catolé do Rocha aguardando recolhimento a uma unidade prisional do Estado.

“Os crimes contra instituições financeiras são investigados pela Delegacia Especial de Roubos a Bancos de Patos com apoio das Delegacias Seccionais”, concluiu Sylvio Rabelo.

PB Agora

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em ação dupla, homens armados assaltam padaria e mercadinho, em CG

Uma padaria e um mercadinho localizados no bairro do Mutirão, em Campina Grande, foram alvos de uma ação criminosa realizada por dois homens armados. De acordo com as informações, as…

PM apreende 10ª arma de fogo na comunidade Laranjeiras após ocupação

Mais uma arma de fogo foi apreendida pela Polícia Militar na comunidade Laranjeiras, no bairro do José Américo, em João Pessoa. Desta vez a apreensão ocorreu na noite dessa sexta-feira…