A polícia prendeu o quarto suspeito de participar de uma chacina na cidade de Cabedelo, na Grande João Pessoa, que matou quatro pessoas. Ele foi preso nesta quinta-feira (9). As vítimas morreram em abril de 2018 a tiros em uma comunidade do bairro de Renascer.
Os quatro homens mortos tiveram os corpos abandonados em uma viela da Comunidade “Beco da Quitéria”. A suspeita é que os crimes foram motivados por conta do tráfico de drogas.

A Polícia Civil já havia prendido, anteriormente, três suspeitos de atuar no delito. Dois foram presos em dezembro de 2018 e o terceiro foi localizado em fevereiro de 2019. Um outro homem que vinha sendo investigado acabou morto em dezembro do 2018 durante uma troca de tiros com policiais.

Durante a ação policial ocorrida nesta quinta-feira (9), foi cumprido mandado de prisão contra o último suspeito que ainda estava em liberdade. O homem foi encontrado em Cabedelo durante uma operação que contou com apoio da Polícia Militar.

Segundo informações do delegado Diego Garcia, que coordena o Núcleo de Homicídios e de Repressão Qualificada da Delegacia Seccional de Cabedelo, o homem teve a prisão decretada pela Justiça após a Polícia Civil encontrar provas da participação dele no delito. O suspeito deve permanecer à disposição da Justiça.

No dia 4 de abril, os corpos das quatro vítimas foram encontrados, por volta de 1h, na comunidade Beco de Quitéria, no bairro Renascer III. As vítimas foram atingidas com 15, 21, 4 e 8 tiros. Segundo a Polícia Civil, foram assassinados Eliton Gomes da Silva, Valdenilson dos Santos Martins, José dos Santos Macedo e Ediel Caetano de Araújo. O crime teria relação com o tráfico de drogas na região.
Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PRF prende homem com quase 20 kg de maconha em Mamanguape

No fim da tarde deste sábado (18), a Polícia Rodoviária Federal na Paraíba, após abordagem a um veículo no Litoral Norte, flagrou o condutor de um veículo transportando aproximadamente 20kg…

Policial é preso suspeito de ferir a tiros duas pessoas no Fest Verão

Um policial militar de Pernambuco foi preso após atirar e ferir duas pessoas durante o evento Feste Verão, na praia de Intermares, em Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa.…