Por pbagora.com.br

A Polícia Militar prendeu uma mulher suspeita de planejar operação para libertar detento na Paraíba. A mulher de 32 anos, estava foragida, e foi presa na noite de terça-feira (30), em Campina Grande, suspeita de planejar uma operação criminosa para libertar um detento durante uma consulta médica. A tentativa de resgate aconteceu em 25 de junho de 2018.

De acordo com informações da polícia, a ação qe a mulher participou aconteceu em uma clínica no bairro da Prata. Durante a troca de tiros na tentativa de resgate do preso, um vigilante foi atingido com um tiro na cabeça e morreu no local. No dia do crime, dois suspeitos foram presos.

A suspeita já havia sido condenada a 17 anos de prisão em regime fechado por envolvimento em outros crimes. Conforme a polícia, a mulher é companheira do homem que tentou resgatar. O detento é um dos chefes do tráfico de drogas em Campina Grande, na cidade de Esperança, Areia e Remígio. Ele foi condenado pelos crimes de tráfico de drogas e homicídio. Ele está preso no PB1, em João Pessoa.

PB Agora

Notícias relacionadas

Motorista de aplicativo suspeito de assaltar passageira em JP é preso

A Polícia Militar prendeu, nessa quinta-feira (6), um motorista de transporte por aplicativo, suspeito de assaltar a própria passageira que usava a plataforma de transporte. O suspeito tem 43 anos…

PM prende suspeitos com duas armas de fogo em Mamanguape

Duas armas de fogo foram apreendidas e dois homens foram detidos pela Polícia Militar, na noite dessa sexta-feira (07), em Mamanguape, no litoral Norte. A prisão aconteceu durante as ações…