A Polícia Civil da Paraíba prendeu um homem de 33 anos, suspeito de participar da invasão ao presídio PB1, que aconteceu em setembro de 2018, em João Pessoa, e de assaltos a carros-fortes e agências bancárias na Paraíba.

A prisão do suspeito aconteceu em Catolé do Rocha, no Sertão do estado. De acordo com o delegado Seccional de Catolé do Rocha, Sylvio Rabello, o homem é suspeito de integrar um grupo criminoso que atuava nos Estados da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Na noite da quarta-feira (6), durante a Operação Ladinos, um outro homem, de 29 anos, foi preso suspeito de ter envolvimento com os mesmos crimes. Contra ele já havia um mandado de prisão em aberto.

Pelo menos 16 pessoas foram presas no dia 24 de outubro suspeitas de assaltos e explosões a bancos, na Paraíba. As prisões aconteceram durante uma operação integrada das Polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e Rodoviária Federal, que cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades de Catolé do Rocha, Lagoa, Jericó, Santa Cruz e Pombal, no Sertão paraibano, e na região metropolitana de João Pessoa.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Troca de tiros entre PM e criminosos deixa um morto e outro ferido na capital

Uma troca de tiros, na noite de ontem (16), entre um suposto grupo criminoso e a Polícia Militar, em João Pessoa, resultou na morte de um dos suspeitos e no…

Taxista é esfaqueado durante tentativa de assalto, em João Pessoa

Na manhã desta segunda-feira (17), um taxista de 71 anos foi ferido a faca durante uma tentativa de assalto, no bairro do Varadouro, em João Pessoa. O suspeito se passou…