Por pbagora.com.br

A Polícia Civil da Paraíba, por meio do Núcleo de Homicídios da 8ª DSPC (Delegacia Seccional de Polícia Civil), em Guarabira, deflagrou, no início da manhã desta quarta-feira (27), a segunda fase da “Operação Kelpie”, e deu cumprimento a mandados de prisão preventiva de um casal residente no bairro do Miramar, em João Pessoa.

Segundo informações do delegado Norival Portela, o casal é suspeito de participação no homicídio de um apenado do regime semiaberto. Os mandados de prisão foram expedidos pela Comarca de Caiçara.

Ainda segundo o delegado que preside o inquérito policial, as investigações tiveram início no dia 24 de junho de 2019, quando a vítima, Marinaldo Viana Francelino, foi assassinada com vários disparos de arma de fogo na zona rural de Logradouro/PB.

“A primeira fase desta operação ocorreu em dezembro de 2019, quando um outro suspeito foi preso na cidade de Natal (RN), pelo Núcleo de Homicídios de Guarabira. Com ele foi apreendido um revólver que, provavelmente, foi usado no crime”, disse o delegado Norival Portela.

“Os envolvidos foram levados à Central de Polícia de João Pessoa e em seguida serão entregues ao sistema prisional para ficarem à disposição do Judiciário”, informou o delegado Felipe Castellar, da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil em Guarabira.

 

Secom

Notícias relacionadas

Mulher é ferida a golpes de tesoura durante briga, em João Pessoa

Na manhã desta quarta-feira (27), uma mulher foi ferida com golpes de tesoura durante uma briga na rua Padre Azevedo, Centro de João Pessoa. De acordo com as informações a…

Vítima de cárcere privado é resgatada pela polícia na PB

Uma mulher e uma criança de quatro anos de idade foram resgatadas durante ação da  Polícia Civil, na noite dessa terça-feira (26), no bairro de Gramame, em João Pessoa. As duas…