Por pbagora.com.br

A Polícia Militar prendeu 11 suspeitos de praticar violência doméstica e familiar, nesse fim de semana, na Paraíba. Os dados são da Coordenadoria de Estatística e Avaliação (EM/7) da PM. As prisões aconteceram nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Catolé do Rocha, Pedra Branca, Sousa, Itaporanga, Princesa Isabel e Conceição.

Dois dos casos foram em Campina Grande, nos bairros Santo Antônio e Alto Branco. No primeiro, foi preso um homem de 52 anos que teria agredido a esposa, de 51 anos. No segundo, a prisão foi de um suspeito de 21 anos, que por ciúmes de mensagens de celular, teria batido na companheira, de 21 anos, e foi preso em flagrante.

A Polícia Militar vem intensificando as ações preventivas e repressivas contra esse tipo de crime, além de ter um trabalho específico, com a Patrulha Maria da Penha, voltado para prestar assistência às vítimas que solicitam medida protetiva.

Violência doméstica e familiar contra a mulher é qualquer ação baseada no gênero que, entre outros, cause lesão, tanto no âmbito da unidade doméstica ou familiar, como em qualquer relação íntima de afeto, independente de morar junto, em que o agressor conviva ou tenha convivido com a vítima.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sessão termina em pancadaria, em Câmara Municipal do Sertão da PB

Nesse domingo (20), uma sessão da Câmara Municipal de Cacimbas, no Sertão paraibano, terminou em pancadaria. As informações são de que um funcionário da Casa foi agredido e empurrado contra…

CG: madrasta é suspeita de espancar e matar enteado de 4 anos

Uma mulher está detida desde o último sábado (19), depois que seu enteado, de apenas 4 anos, deu entrada no Hospital de Trauma de Campina Grande já sem vida. Ao…