Por pbagora.com.br

Investigadores afirmam que vítima era natural do Paraná e trabalhava como prostituta

A polícia da Itália encontrou nesta segunda-feira (26) o corpo de uma brasileira de 45 anos dentro de um apartamento da cidade de Milão, informou o jornal Corriere Della Sera.

De acordo com o diário italiano, a brasileira, identificada como Veronica Crosato, era natural de Londrina, no Paraná, e trabalhava como prostituta na Itália.

Os policiais entraram no apartamento após serem chamados pelos vizinhos, que estranharam o mau cheiro vindo do local fechado. Os investigadores dizem que o corpo da brasileira tinha um grande ferimento na barriga.

De acordo com a polícia, Veronica estava morta há cerca de dez dias. Dentro do apartamento os investigadores também acharam uma faca de 30 cm manchada de sangue, supostamente utilizada pelo assassino.

Polícia diz que vítima conhecia assassino

Os investigadores disseram ao Corriere Della Sera que a brasileira provavelmente conhecia o assassino, já que o autor do crime buscou a faca diretamente na cozinha do apartamento, sem fazer bagunça.

O fato de não haver indícios de arrombamento e de os policiais terem encontrado o local trancado por fora sugere que o assassino foi recebido pela brasileira ou tinha uma chave do apartamento.

A brasileira não possuía ficha criminal, o que, para a polícia, sugere que ela recebia clientes em casa, em vez de trabalhar nas ruas.

Vizinhos afirmaram ao diário italiano que era comum ver homens entrando e saindo do apartamento de Veronica, mas que não ouviram nada de estranho nos últimos dias.

 

R7

Notícias relacionadas

Homem é esfaqueado após reagir a assalto dentro de ônibus, em JP

Na manhã deste sábado (10), um homem foi esfaqueado ao reagir a um assalto dentro de um ônibus, no Centro de João Pessoa. Segundo as informações policiais o crime aconteceu…