Por pbagora.com.br

Em menos de 24 horas após a prática do crime, a Polícia Civil da Paraíba conseguiu prender o suspeito de matar a jovem Gizely Medeiros, de 24 anos.  Ela foi asfixiada na noite da última segunda-feira (24), véspera de Natal, no bairro do Róger, em João Pessoa. O namorado dela, Lucas Pereira Cavalcanti, foi preso em flagrante após confessar o assassinato. A prisão foi realizada pelo delegado Diego Garcia, que estava de plantão na Delegacia de Crimes Contra Pessoa (DCCPes). 

Segundo o delegado da DCCpes, Hugo Helder Barreto, a perícia feita no corpo da vítima foi decisiva para a elucidação do crime. Ele acrescentou que a perícia constatou que a morte ocorreu por asfixia mecânica e, no momento do delito, a jovem estava acompanhada por seu namorado.

“Inicialmente, o delegado suspeitou do namorado por conta de alguns pertences da vítima que haviam sumido. Porém, com a conclusão feita pela perícia, o suspeito confessou o crime e foi preso em flagrante. O resultado da perícia foi decisivo para o trabalho da polícia. A perícia foi concluída em tempo hábil para a lavratura da prisão em flagrante”, observou Hugo Helder.

A investigação de crimes é feita de forma conjunta por cientistas e policiais civis. O superintendente do Instituto de Polícia Científica da Paraíba (IPC/PB), Fábio Almeida, explica que, após serem acionados pelos delegados, os peritos são enviados ao local onde se encontram os corpos.

É neste ambiente onde começam duas frentes de investigação por vestígios deixados pelo crime. “Os peritos criminais analisam o aspecto da cena, em busca de indícios e vestígios que possam levar à autoria do delito. Já os peritos do Instituto de Medicina Legal fazem o exame no corpo da vítima para identificar a causa da morte e buscar fragmentos do autor do delito, como os deixados nas unhas, que podem auxiliar a elucidação do caso”, declarou Fábio Almeida.

 

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Polícia prende suspeito pela segunda vez com arma de fogo na Grande JP

Um homem, que já havia sido preso em dezembro do ano passado, foi novamente preso, na noite dessa sexta-feira (05), pela Polícia Militar na região metropolitana de João Pessoa. O…

Com reforço do helicóptero Acauã polícia encontra carro roubado em Coqueirinho

Na tarde deste sábado (06) a Polícia Militar recuperou um carro que havia sido roubado em João Pessoa. Com o apoio do helicóptero Acauã, a PM conseguiu encontrar o veículo…