Um laboratório clandestino usado para o refino de drogas foi descoberto, na manhã desta sexta-feira (2), durante ação das Polícias Militar e Civil. Duas pessoas foram presas. No local ainda foi apreendida grande quantidade de entorpecentes, avaliada em R$ 200 mil, além de dezenas de munições para armas de fogo e dois mil plantas de maconha.

O caso aconteceu numa localidade conhecida como Poço dos Cachorros, na cidade de Manaíra, no interior da Paraíba.

Segundo o delegado da Polícia Civil, Cristiano Jaques, da Seccional de Princesa Isabel, os presos são investigados por participar de uma organização criminosa voltada ao tráfico de drogas.

Ele acrescentou que, no laboratório clandestino, havia diversos equipamentos e acessórios para a produção de cocaína, maconha e crack. Segundo investigações da polícia, os criminosos movimentavam cerca de R$ 2 milhões por mês com o material ilícito produzido no local

“Após investigações e um trabalho conjunto, as Polícias Civil e Militar conseguiram chegar a esse local considerado um verdadeiro laboratório para refino de drogas. Prendemos dois suspeitos de integrar essa organização criminosa , mas as investigações irão continuar para identificarmos os demais envolvidos nesse crime”, declarou Cristiano Jaques.

 

Secom

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Com tornozeleira eletrônica, apenado é preso com 15kg de maconha

Helder de Lima Silva, morador do bairro de Várzea Nova, foi preso em flagrante pela Polícia Militar, na manhã desta quinta-feira (22), no município de Bayeux. Com ele,  a PM…

Homem é morto a tiros dentro de sua residência na cidade de Bayeux

Mais um assassinato brutal, ocorreu na noite noite desta quinta-feira (22), no município de Bayeux, na Grande João Pessoa. A vítima foi identificada como Antônio Ferreira de Farias. Segundo informações…