A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Polícia Civil em Campina Grande prende suspeito de homicídio cometido há quase 40 anos em Caruaru

Na tarde de ontem, dia 1º de julho, equipes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Campina Grande prenderam um homem de 69 anos acusado de homicídio. O crime, que vitimou Antônio Zacarias da Silva, ocorreu em 1985, no município de Caruaru, em Pernambuco.

O suspeito, que estava foragido há quase 40 anos, foi localizado no bairro das Malvinas, em Campina Grande. Segundo a DHPP, a motivação do crime teria sido torpe.

A prisão do acusado foi comunicada à justiça pernambucana, que dará prosseguimento aos trâmites legais do caso.

É importante salientar que, apesar da crença popular de que o crime de homicídio prescreve após 20 anos, existem diversos fatores que podem interromper a contagem do tempo prescricional.

No caso em questão, a investigação policial e a denúncia do Ministério Público, por exemplo, configuram causas interruptivas da prescrição, permitindo a prisão do acusado mesmo após o transcurso de um período tão significativo.

“A prescrição é um instrumento jurídico importante, mas não significa impunidade”, ressalta o delegado Ramirez São Pedro da DHPP. “Nosso trabalho incansável busca garantir a justiça para as vítimas e seus familiares, independentemente do tempo que tenha passado.”

A prisão do suspeito demonstra o compromisso da Polícia Civil da Paraíba com a investigação de crimes graves e a busca por justiça para as vítimas, mesmo em casos antigos.

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe