A Polícia Civil da Paraíba, através do delegado-geral Isaías Gualberto, deverá abrir inquérito policial com o intuito de investigar o vazamento das fotos dos presos na Operação Calvário. De acordo com a polícia, as fotos foram feitas durante a passagem dos custodiados na Central de Polícia em João Pessoa.

Ainda segundo investigações iniciais, foram vazadas as fotos da deputada estadual Estela Bezerra (PSB), do irmão de Ricardo Coutinho, do custodiado Coriolano Coutinho, do advogado Francisco das Chagas, do ex-procurador-geral do estado Gilberto Carneiro e do ex-secretário de saúde Waldson de Souza. As imagens vazadas em app de mensagens e na imprensa foram feitas durante o procedimento de registro fotográfico no  painel da Polícia Civil.

O delegado-geral Isaías Gualberto esclareceu que as imagens não partiram da assessoria de imprensa e nem de nenhum órgão ligado à Segurança Pública. “A Delegacia Geral já determinou ontem mesmo, quando houve o vazamento das imagens, a instauração imediata de inquérito policial para apurar o vazamento dessas fotos”.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PRF na Paraíba prende homem com 5kg de maconha

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba prendeu na noite de ontem, sexta-feira (3), no sertão do estado, um homem com 8 tabletes de maconha. Os policiais realizavam rondas nas proximidades…

Mais um secretário deixa a PMCG para disputar as eleições

O secretário Teles Albuquerque, titular da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer, é mais um auxiliar do prefeito Romero Rodrigues que se afasta do cargo, desincompatibilizando-se para poder concorrer a…