A Polícia Militar decidiu afastar das funções o policial militar responsável por atirar e matar um jovem de 27 anos, durante uma abordagem, em Campina Grande, no último sábado.

A vítima seguia com o tio em uma motocicleta quando atendeu ao pedido de parada dos militares. Ele tirou o capacete para se identificar e, no momento que fez o movimento para pegar o documento de identificação, foi alvejado com um disparo no tórax. O militar alegou que acreditava que o vigilante sacaria uma arma.

De acordo com informações, o afastamento do PM se deu para que ele tenha acompanhamento psicológico.

A vítima dos disparos chegou a ser socorrida, mas acabou morrendo antes mesmo de chegar a uma unidade hospitalar.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PRF na Paraíba prende homem com 5kg de maconha

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba prendeu na noite de ontem, sexta-feira (3), no sertão do estado, um homem com 8 tabletes de maconha. Os policiais realizavam rondas nas proximidades…

Mais um secretário deixa a PMCG para disputar as eleições

O secretário Teles Albuquerque, titular da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer, é mais um auxiliar do prefeito Romero Rodrigues que se afasta do cargo, desincompatibilizando-se para poder concorrer a…