A Paraíba o tempo todo  |

Perícia no corpo de Anielle revela estrangulamento; menina tinha lama nas vias respiratórias

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Polícia Civil da Paraíba confirmou, na manhã desta sexta-feira (10), que a perícia da morte da criança Anielle Teixeira, de 11 anos, revelou morte por estrangulamento. Novos exames revelarão se houve violência sexual contra Anielle Teixeira.

De acordo com a perita Cristiane Helena Freire, chefe do Numol (Núcleo de Medicina e Odontologia Legal) de João Pessoa, Cristiane Helena Freire. a adolescente sofreu fratura em duas vertebras cervicais. Além disso, lama foi encontrada nas vias respiratórias, o que indica que Anielle aspirou a substância enquanto ainda estava viva.

Sobre o caso

Anielle foi encontrada morta na madrugada da última quarta (8), em uma mata no bairro de Miramar, em João Pessoa. O suspeito de matar a criança foi preso em Pernambuco e confessou à polícia ter cometido o crime, mas negou que houvesse estuprado a menina.

Na audiência de custódia, no entanto, ele negou ter matado Anielle e seu advogado disse que o mesmo foi coagido a confessar o crime após ter sido agredido e espancado pela Polícia de Pernambuco.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      3
      Compartilhe