A Paraíba o tempo todo  |

Perícia descarta homicídio e polícia libera companheiro de vendedor encontrado morto em JP

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Na tarde desta quarta-feira, a Delegacia de Homicídios de João Pessoa confirmou que, de acordo com a perícia, incialmente, a hipótese de que o vendedor Adriano Moura teria sido assassinado foi descartada. Adriano foi achado morto na manhã de hoje (29) dentro de seu apartamento no bairro do José Américo, em João Pessoa.

Segundo informações preliminares, a perícia realizada no interior do apartamento da vítima não confirmou a tese que teria ocorrido uma discussão. A informação de que o apartamento foi encontrado com objetos revirados não foi confirmada pela Polícia Civil. Os peritos avaliaram que o corpo do vendedor apresentava sinais de suicídio.

Leia também:
Jovem é encontrado morto dentro de apartamento em JP; companheiro é detido

O namorado de de Adriano chegou a ser levado à delegacia para prestar esclarecimentos. Após ser ouvido, ele foi liberado. Em seu depoimento, o companheiro de Adriano teria dito que estava em casa, no bairro do Bessa, quando Adriano teria feito uma chamada de vídeo dizendo que pretendia tirar a própria vida.

Na sequência, o depoente declarou que chamou um carro de transporte por aplicativo e quando chegou até o apartamento do namorado encontrou a porta trancada. Ele a arrombou e já encontrou Adriano sem vida.

Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas apenas constatou o óbito. Segundo a polícia, o laudo com a causa da morte de Adriano deve ficar pronto em até 30 dias.

Os peritos avaliaram que o corpo do vendedor apresentava sinais de suicídio.

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe