Uma pedagoga que foi presa suspeita de injúria racial na noite dessa quinta-feira, 05, em uma lanchonete no bairro do Bessa, passará por audiência de custódia nesta sexta-feira, 06.

De acordo com as informações, a mulher de 37 anos teria tentado sair do estabelecimento sem pagar o que havia consumido junto com o namorado e ao ser abordada pelo garçom chamou-o de “negro safado e nojento”.

Testemunhas denunciaram o caso à polícia e a mulher foi presa em flagrante.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Adolescente é detido suspeito de tráfico de drogas em Santa Rita

Policiais militares da Força Tática do 7º Batalhão de Polícia Militar apreenderam um adolescente suspeito de atuar no tráfico de drogas, na noite dessa sexta-feira (17), no bairro de Várzea…

Droga e dinheiro: Polícia prende suspeito de tráfico em Bayeux

Policiais militares da Força Tática da 4ª Companhia de Polícia Militar prenderam um suspeito de atuar no tráfico de drogas, na noite dessa sexta-feira (17), no bairro Mário Andreazza, em…