As investigações da Polícia Civil resultaram na prisão ontem (24) de dois homens suspeitos de homicídio, cometido em junho, no município Barra de São Miguel, no interior da Paraíba. José Ananias dos Santos, 25 anos, e Luiz Carlos da Silva Diniz Filho, 20 anos, tiveram as prisões decretadas pela Justiça.

Os suspeitos foram identificados como os responsáveis pela morte de José Wilson dos Santos, vulgo “Gordo”, 40 anos. Ele foi morto com requintes de crueldade em 30 de junho, em Barra de São Miguel.

De acordo com o delegado Yaslei Almeida, a vítima foi apedrejada, amarrada por uma corda e arrastada por mais de 150 metros. Em seguida, teve o corpo incendiado.  O suspeito Luiz Carlos confessou o crime após ser confrontado com provas exibidas pela polícia.

Segundo o delegado, “os presos responderão pelo crime de homicídio triplamente qualificado, em função do delito ter sido cometido por motivo fútil, emprego de tortura, fogo e meio cruel, e emprego de recurso que tornou impossível a defesa da vítima.”

 

Redação

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Esposa esfaqueia e mata marido, após briga por traição

A Polícia Militar da Paraíba, foi acionada na noite de ontem (15), para prender uma mulher suspeita de assassinar o marido, no município de Areial, no Agreste paraibano. De acordo…

Homem é morto com vários tiros na cabeça no bairro Mandacaru, em JP

Mais um crime brutal ocorreu na noite de ontem (15), no bairro Mandacaru, na capital, quando um jovem de 19 anos identificado como Alan Laurindo dos Santos, foi morto com…