Por pbagora.com.br

Com pedido de prisão preventiva expedido desde 2002, João Pereira da Silva, popularmente conhecido como João Rufino, de 52 anos, foi preso essa semana, na cidade de Palmares Paulista, por policiais civis da localidade, depois de orientados por agentes do Grupo Tático Especial (GTE) da delegacia de Itaporanga, que investigaram e conseguiram localizar o paradeiro do homem.

 

João foi indiciado pela produção de entorpecentes. Na época, em 2002, segundo a polícia, um plantio de maconha foi encontrado em sua propriedade, no sítio Mundões, município de Boa Ventura (PB), onde ele residia.

Depois do fato, João mudou-se para o interior de São Paulo, onde estava vivendo normalmente, embora com prisão preventiva existente. Depois de 14 anos, finalmente ele foi preso e está recolhido ao presídio de Catanduva, mas seu advogado já busca sua liberdade em função de se tratar de um primário com residência e ocupação fixas. As informações sãodo portal Boa Ventura Online

 



PB Agora

 

 

Notícias relacionadas

PM prende suspeito de crimes, apreende armas e mais de 200 munições

A Polícia Militar prendeu um homem de 29 anos de idade, suspeito de integrar um grupo criminoso que estava agindo na região do Vale do Piancó, no sertão do estado.…

Festa com cerca de 100 pessoas é encerrada pela PM em João Pessoa

Na madrugada deste sábado (15), a polícia Militar encerrou uma festa clandestina com aproximadamente 100 pessoas no bairro das Indústrias, em João Pessoa. De acordo com as informações o evento ocorria…